Editorial Boho

Deixe-se levar pelos ventos outonais e pelo trilho das delicadas penas até às ruínas deste castelo escondido.

Este editorial selvagem com fortes pitadas boho convida-nos a presenciar esta história de amor esquecida entre uma princesa portuguesa e o seu amor aventureiro. Ao longo das suas vastas viagens, os dois amantes apenas se comunicavam por póeticas cartas de amor, embaladas pelos ventos outonais e trazidas por todos os cantos do mundo pelos mais exóticos pássaros. Aves de tons terra como os seus frutos favoritos, cobre como os talheres à sua mesa, brancos como o seu vestido fluído de seda, pretos como asvelas do seu castelo e pastel como os pastos do seu jardim.

E por cada uma das cartas recebidas, esta princesa guardava uma pena do pássaro mensageiro, para que no dia do seu casamento pudesse espalhar a história de amor por cada um dos cantos do seu castelo e elas acariciassem o voltar a casa do seu aventureiro. O voltar a ela.

Por entre heras, corredores e mantos no seu ninho espreitam as palavras trocadas por ambos, que aquecem todo o castelo e o coração desta princesa.